Casamento comunitário – Saiba se você tem direito

É o sonho de muitos casais poder oficializar a união, que por alguns motivos veio a não acontecer devido à falta de dinheiro do casal. No entanto, você já ouviu falar em casamento comunitário?

Se não, fique comigo e saiba mais sobre essa maneira de casar sem gastar muito.

O casamento comunitário é para os casais que sonham em se casar na igreja, porém que não querem estar fazendo gastos exorbitantes com isso.

Sendo então uma opção interessante e que tem ganho muito destaque nos últimos tempos. Quer saber mais? Então venha comigo!

O que é um casamento comunitário?

Em suma o casamento comunitário, é quando vários casais decidem se casar juntos, no mesmo dia e na mesma hora.

Quando há somente uma cerimônia para vários casais, essa é uma opção para quem deseja se casar e que também quer pagar pouco com a cerimônia e cartório.

Em geral os casamentos ocorrem em um salão onde todos os parentes dos casais possam ir assistir as cerimonias, e basicamente o casal só precisa correr atrás de roupas, fotografo ou algo a mais que deseja acrescentar em sua cerimônia, pois a maioria basicamente já está incluso no pacote de casamento comunitário.

Como funciona o casamento comunitário?

Os casamentos comunitários costumam fazer parte de programas sociais que oferecem a oportunidade de estar oficializando a união de pessoas com baixa renda.

Em geral, ou na maioria dos casos esses casamentos acontecem em organizações de ONGs, cartórios, igrejas ou até mesmo pela prefeitura. 

Celebração religiosa

A celebração religiosa costuma acontecer com frequência no caso de casamentos comunitários.

Contudo essa união não possui um valor civil, porém exige que o casal tenha se casado no cartório.

Essa é uma opção que normalmente é escolhida por casais que já são casados no cartório, mas que, porém, sonham em se casar em sua religião, porém não possuem dinheiro e nem recursos para tal.

Casamento no cartório

Os cartórios ficam responsáveis por toda ação civil para a realização do casamento.

Normalmente os casamentos comunitários são levados ao cartório por ONGs e instituições, muitas das vezes até pelo governo. Em alguns casos os cartórios oferecem esse serviço para casais de baixa renda.

O casamento comunitário é todo pago?

Antigamente o casamento era todo gratuito, mas com o passar do tempo as igrejas e cartórios começaram a oferecer os serviços com valores reduzidos para estarem cobrindo os gastos adicionais com a cerimonia.

Apesar de em suma ser tudo gratuito, muitos casais ainda optam por realizar uma festa, que possua serviços de buffet, decoração e fotografia. Ai neste caso é o casal que cobre a festa adicional.

A algum requisito para se casar assim?

Normalmente é importante que o casal comprove ser de baixa renda, mas nem sempre precisa desse tipo de comprovação.

É claro que as ONGs e instituições, priorizam as pessoas que não possuem condições para se casar.

Portanto, se você não possui condições para estar se casamento definitivamente, uma maneira interessante de conseguir se casar é através desses programas, que costumam ocorrer de tempo em tempo, basta ficar de olho em sua cidade, quando surgir a oportunidade, aproveite.

Como organizar um casamento comunitário

Para quem deseja participar de todo o preparo da cerimonia, pode sim estar ajudando a fazer uma cerimônia bem legal.

No entanto é necessário mobilizar igrejas e cartórios para conseguir contados que te ajudem a colaborar com esse momento especial. E até mesmo indo atrás de fornecedores para o caso de uma festa pós cerimônia.

Essas são algumas dúvidas que costumam ter em geral, é claro que se realmente pretende se casar dessa forma, certamente irão surgir algumas outras dúvidas, mas a ideia do post é de apresentar essa oportunidade de estar realizando a união de maneira bem econômica, para quem tem o sonho de casar e não possui condições.

Documentos necessários para realizar o casamento comunitário

É importante saber quais são os documentos necessários para estar oficializando a união, portanto continue comigo e veja quais são necessários para esse dia tão importante na vida do casal;

  • Documento de identidade
  • Comprovante de residência
  • Certidão de nascimento (solteiros)
  • Certidão de casamento c/ averbação de óbito para o caso de viúvos
  • Certidão de casamento c/ averbação de separação para os divorciados
  • Comprovante de renda
  • Duas testemunhas com RG e CPF

E aí? O que achou desse tipo de cerimônia? Com esse artigo acredito que foi possível saber se você se encaixa para esse tipo de cerimônia.

Por fim, os casamentos comunitários tem sido cada vez comentado, e é claro que essa é uma boa oportunidade para quem deseja se casar pagando pouco.

À VISTA OU PARCELADO, QUAL É MELHOR?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: