Como fazer a declaração do seu imposto de renda

Muitas pessoas não têm se preparado para declarar o seu imposto de renda e por esse motivo acabam por ficar confusas a respeito de como isso funciona e qual a necessidade de estar fazendo isso. Por fim com esse post estarei esclarecendo algumas dúvidas a respeito desse tributo importante e temido por muitos brasileiros.

No entanto enfrentar a declaração do imposto de renda não é algo que agrada determinadas pessoas que necessitam estar passando por isso anualmente, para que não tenham que responder por multas e qualquer outro problema com as autoridades.

Logo abaixo você estará recebendo todas as informações necessárias a respeito da declaração do imposto de renda, portanto continue comigo:

O que é o Imposto de Renda?

O imposto de renda é um tributo que o governo federal cobra anualmente baseado no ganho de pessoas e empresas. Contudo o valor varia de acordo com os rendimentos declarados pelas pessoas. Por esse motivo quem ganha mais dinheiro por mês, paga mais do que aqueles que ganham menos.

Para facilitar a compreensão, o IR se trata de um valor anual que os trabalhadores e as empresas tem que pagar ao governo. Na lista de rendimentos tributáveis entram os seguintes ganhos:

  • Salários
  • Alugueis
  • Prêmios de loteria
  • Investimentos

Sendo então o IR uma tributação aplicada para pessoas e empresas, ela se divide em duas categorias: o Imposto de Renda Física (IRPF) e o Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ). Veja abaixo um pouco sobre essas duas modalidades:

Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF)

É destinado as pessoas que recebem determinadas rendas, e isso vale para todas as pessoas residentes do país ou do exterior, mas que recebe recursos do Brasil.

Os valores variam de acordo com a renda da pessoa, no entanto são isentos de pagar o tributo as pessoas que comprovem ter abaixo da renda limitem estabelecida pelo governo para ser apresentado obrigatoriamente na declaração anual.

Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) 

O imposto de renda pessoa jurídica é destinado para as empresas que estão no Brasil. Nesse caso o valor a ser pago vai depender do lucro da empresa que pode ser real, presumido ou arbitrado, dependendo do porte e funções que ela exerce.

Conforme a Receita Federal estabeleceu, são contribuintes e, portanto, estão sujeitos ao pagamento do IRPJ e IRPF todas as pessoas residentes do país.

Como funciona?

Por exemplo no ano de 2019, você irá declarar quais foram seus rendimentos no ano de 2018. Quando a Receita detecta que o contribuinte pagou menos impostos que o estipulado, ele precisa compensar o valor.

Por fim o valor é informado assim que a declaração é feita e pode ser paga através de boletos bancários ou débito automático. Por esse motivo que você faz a declaração se baseando no ano anterior.

Em suma o declarador precisa informar tudo o que ganhou no ano que passou, como por exemplo aposentadoria, salários, alugueis ou investimentos. Contudo depois é possível listar algumas despesas que foram efetuadas no mesmo período para que dessa forma o pagamento possa ser reduzido, isso é chamado de ‘’dedução do IR’’.

Sonegar o imposto de renda é crime

Tentar fraudar o seu ganho para tentar pagar menos no seu imposto de renda, é crime e é conhecido como sonegação. Quando descoberto, o contribuinte paga multas e pode pegar uma pena de dois a cinco anos de prisão.

Portanto, caso você perceba que deixou de informar algo é importante que esteja indo atrás para resolver isso, você pode estar apresentando isso a retificação juntamente a receita sem custo nenhum por isso, por um prazo de até cinco anos.

Quem precisa declarar o imposto de renda?

Contudo o imposto de renda é obrigatório para todas as pessoas que recebem uma remuneração maior que R$ 28,559,70 o que dá em média de R$ 2,379,98 por mês.

Outro caso que obriga o cidadão a pagar o imposto, são rendimentos isentos, não tributáveis na fonte em um valor superior a R$40 mil por mês.

Isenção

Entretanto as pessoas que estão isentas a pagar o imposto de renda são as que possuem renda mínima de R$ 28, 559,70 em 2018.

No entanto, há casos que a pessoas também pode estar solicitando a isenção de impostos, estas pessoas que possuem esse direito possuem as seguintes características:

  • Pessoas portadoras de deficiências físicas, doenças graves como AIDS, alienação mental, cardiopatia grave, cegueira, entre outras 11 patologias.
  • Pessoas com rendimentos relativos a pensão ou reforma.

Contudo, para declarar o imposto de renda são necessárias várias informações pessoais, como renda mensal, número de dependentes, bens que estão no seu nome entre outra série de documentos pessoais.

Por fim, essas foram algumas informações sobre a declaração de imposto de renda, se você necessitar de mais informações basta estar acessando o site oficial da Receita Federal que lá estará disponível todas as informações sobre os dias que deve comparecer.

Confira já como ser um empreendedor de sucesso!

1 Comment

  • […] Investir o seu dinheiro em alguma coisa pode ser bastante interessante, como por exemplo na bolsa de valores ou até mesmo em fundos imobiliários. Muitas das vezes um bom investimento pode ser o que vai trazer muita tranquilidade em sua vida financeira futura. Além disso, investir o seu dinheiro é bem simples e você pode fazer em sua casa utilizando o seu celular. Portanto investir também pode ser uma boa opção para que você possa estar pensando em seu futuro. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: